FPA assina acordo de cooperação com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Compartilhe:

Alunos do curso de Engenharia Agronômica da Unifipa vão fazer estágio junto aos Polos Regionais e as Unidades de Pesquisa e Desenvolvimento 

Foto: Além das aulas em laboratório, os alunos do curso de Engenharia Agronômica da Unifipa farão estágios nos Polos Regionais e nas Unidades de Pesquisa e Desenvolvimento. (Foto tirada antes da pandemia de Covid-19)

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento/APTA/Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, e a Fundação Padre Albino, mantenedora do Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA, assinaram Acordo de Cooperação para desenvolvimento de atividades de estágio curricular, obrigatório e não remunerado, para alunos regularmente matriculados no curso de Engenharia Agronômica daquela instituição de ensino superior. O extrato do acordo foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (6/1) e tem vigência de cinco anos, a partir da data de sua assinatura, em 17/12/2021 –http://www.imprensaoficial.com.br/DO/BuscaDO2001Documento_11_4.aspx?link=%2f2022%2fexecutivo+secao+i%2fjaneiro%2f06%2fpag_0121_7c4f57e6c2369024dc2fae40b6e222e3.pdf&pagina=121&data=06/01/2022&caderno=Executivo%20I&paginaordenacao=100121

 

O acordo de cooperação oferece oportunidades de estágios obrigatórios, sem concessão de bolsa, aos alunos do curso de Engenharia Agronômica da UNIFIPA junto aos Polos Regionais e as Unidades de Pesquisa e Desenvolvimento pertencentes ao Departamento de Descentralização do Desenvolvimento – DDD, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios – APTA visando o aperfeiçoamento técnico-científico e profissional, através de práticas afins com a natureza do curso e promover a integração Universidade e Instituição de Pesquisa. 

O estágio obrigatório é parte integrante da formação acadêmica dos estudantes, pois propicia a articulação entre a teoria e a prática e a vivência profissional, além de favorecer a produção de conhecimento e o aperfeiçoamento técnico-científico e profissional. 

Os 11 Polos Regionais e 7 Unidades de Pesquisa e Desenvolvimento, espalhados por todo interior paulista, possuem em atividade 97 pesquisadores científicos, mestres e doutores, especialistas em engenharia agronômica, medicina veterinária, zootecnia, economia e biologia que estão habilitados a serem os supervisores dos estagiários. Eles são dotados com toda infraestrutura, como sede, acesso à internet, alojamentos, anfiteatros, campos de experimentação e demonstração de tecnologias. Os 97 pesquisadores científicos poderão, cada um, oferecer a cada semestre até duas vagas de estágios. 

Entre os objetivos do acordo estão propiciar a integração entre a formação acadêmica teórica e o desenvolvimento prático de programas e projetos de pesquisa agropecuária, em termos de treinamento prático, de aperfeiçoamento técnico, científico e de relacionamento humano; proporcionar experiência prática dos problemas agropecuários por meio de situações reais de trabalho; dar oportunidade de recebimento de outras informações técnico-científicas, que contribuam sobremaneira para o desenvolvimento do potencial de seu trabalho; proporcionar vivência do ambiente profissional, facilitando a futura ambientação a esse meio. 

“Para nós, da Secretaria da Agricultura e da APTA, é de extrema importância difundir nossos conhecimentos em pesquisa e outros e dividi-los com os jovens. Ficamos extremamente honrados!”, disse o Coordenador da APTA, Sérgio Tutui. 

A vice-reitora da Unifipa, Cristiane Procópio de Oliveira, lembrou da busca de novos parceiros para ampliar ainda mais o campo de estágio para os alunos. “No ano passado assinamos nosso primeiro convênio, com a Prefeitura da cidade de Palmares Paulista. Agradecemos ao Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, pelo acordo, que será extremamente valioso para nossos alunos, pois além de adquirirem prática na área de atuação, abre oportunidades futuras de trabalho”. 

“Agradecemos essa grande parceria que contribuirá para que os nossos alunos desenvolvam suas carreiras e habilidades com sucesso e também agreguem valor na Unidade Concedente”, disse o reitor Dr. Nelson Jimenes. 

Compartilhe:

Post Author: Sonia