Decoração de Natal: seus enfeites luminosos estão instalados com segurança?

Compartilhe:

Energisa alerta que improvisos de extensões, tomadas e outros equipamentos de iluminação podem causar acidentes, além de desperdício de energia   

  

Já deu as boas-vindas à época mais iluminada do ano, decorando a sua casa com enfeites criativos, árvore colorida e pisca-pisca? Pois então, a dica de hoje vale para quem já entrou no clima natalino e embelezou a casa, o comércio ou ambiente de trabalho, e também para quem vai montar a decoração nos próximos dias. Seja qual for o seu investimento, para que a decoração de Natal traga, de fato, alegria é indispensável que esteja instalada com segurança.    

  Conforme a coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste, Juliana Volpi Favaretto, quando se trata de iluminação, improvisos, extensões e compartilhamento de tomadas podem causar acidentes, além de potencializar o desperdício de energia elétrica.  

  “Assim como qualquer instalação elétrica, os tradicionais luminosos de Natal precisam ser instalados com segurança. O primeiro passo é escolher produtos de qualidade e com certificação do Inmetro. Basta observar nas embalagens todas as informações de segurança, indicações de potência, referência de tensão e instruções de uso”, orienta.   

  Além disso, os equipamentos elétricos não devem ficar próximos a materiais inflamáveis como papel, papelão, tecido, isopor, madeira ou plástico. “As luzes devem ser instaladas de modo que não haja possibilidade de contato com esses materiais citados. O alerta vale ainda para os enfeites em áreas externas. Isso porque, estando sob os efeitos da chuva, do sol e do vento, pode haver um desgaste dos fios aumentando os riscos de acidentes”, lembra Juliana, reforçando que o serviço deve ser sempre executado por profissionais capacitados e que nenhuma instalação deve ser feita próxima da rede de energia.   

  Outro alerta importante é observar as condições dos fios, checando se há algum desencapado, com a parte metálica aparente, já que a capa de proteção evita choques e fuga da corrente de energia. Se a ideia é aproveitar os enfeites comprados em anos anteriores, deve-se analisar se os fios estão ressecados, descascados ou rompidos. “Se estiverem nessas condições, é necessário descartá-los e adquirir novos”, frisa Juliana.   

   Por fim, a coordenadora destaca uma conduta irregular repetida por muitas pessoas na hora de instalar a iluminação natalina: uso de “Ts” para ligar vários equipamentos em uma mesma tomada. Essa prática pode resultar em uma sobrecarga de energia ou aquecimento da fiação, tomadas, pinos e conexões. “Tais condições podem ocasionar problemas sérios como perda de energia, queima de equipamentos, choques elétricos e até incêndios. Então, antes de improvisar, lembre-se que a segurança deve estar em primeiro lugar em qualquer período do ano, inclusive nas decorações de Natal”.  

Confira as dicas que vão garantir uma decoração linda e sem riscos em qualquer ambiente:  

  • Para não acontecer sobrecarga de energia, busque a orientação de um eletricista, que vai calcular o que pode ou não ser ligado;    
  • Fios desencapados podem provocar choques, curtos-circuitos e até incêndios; 
  • Passar fios por baixo de tapetes ou por trás de cortinas também aumenta o risco de acidentes;   
  • Não manuseie as luzes e enfeites com as mãos ou os pés molhados; 
  • Não deixe que crianças e pets brinquem ou fiquem próximos dos enfeites com instalações elétricas;  
  • Estabeleça um horário para ligar e desligar os enfeites luminosos;   
  • Sempre que sair de casa, desligue tudo da tomada para contribuir para redução do valor da conta de energia e evitar acidentes.
Compartilhe:

Post Author: Sonia