Direito da UNIFIPA lança a 5ª cartilha do Controle social dos gastos públicos.

Compartilhe:

O tema agora são os tributos

No dia 02 de setembro, o curso de Direito da UNIFIPA apresentou a nova cartilha do Controle social dos gastos públicos. A quinta cartilha traz uma temática de importância nacional – os tributos, em razão da iminente reforma tributária e é resultado do projeto de extensão que leva o mesmo nome, sob  orientação da Profa. Me. Ivana Mussi Gabriel.

            “Na cartilha cinco o cidadão tem ciência da tributação alta e injusta que ocorre no Brasil, em especial aquela velada e invisível, que incide sobre o consumo de produtos e serviços e que atinge a todos”, explicou a professora. “Além de ensinar sobre a tributação de forma simples e lúdica, a cartilha cinco busca provocar reflexão crítica no leitor a respeito da sonegação fiscal, abordando assuntos outros que fazem parte do flagelo social, como o déficit habitacional e a fome, o que se dá por meio do novo personagem, denominado Tito”, acrescentou.

            Para a Profa. Ivana “é muito prazeroso conduzir um projeto de extensão que durante seis anos busca construir uma ponte de aproximação entre o Direito e a sociedade. Neste ano, a cartilha cinco fala diretamente com o cidadão consumidor, que suporta o peso da carga tributária repassada a ele toda vez que consome algum bem ou serviço. É preciso que todos conheçam a tributação sobre o consumo para proteger-se. A cartilha cinco está linda, incrível, divertida e, sobretudo, com elementos históricos e culturais”, comemorou.

            Os autores da cartilha cinco são alunos e egressos do curso de Direito da UNIFIPA que, além do compromisso de escrever as cartilhas educativas, promovem, semanalmente, atualização de temas jurídicos pertinentes para a sociedade na página criada no Instagram (@mensalinho.explica e no Facebook mensalinhocontracorrupção, com visibilidade social. São eles: Alana Fávaro, Amanda Mafei, Ana Letícia Bragion dos Santos, Bianca de Oliveira Antinhane, Eduarda Destre Pezolito, Gabriela de Faria Piva, Guilherme Augusto Trevisan, João Victor Mota, Júlia Lavrador, Karina Ogata, Luana Alves Porto, Lucas Baisso Cesarino, Luís Augusto Guareis dos Santos, Marcos de Oliveira Melo Filho, Nathália Louise Baraldi, Pollyana Fernandes Amoroso, Sabrina Fernanda dos Santos Martins e Thales Henrique dos Santos.

            As cartilhas educativas já tiveram reconhecimento, como na seleção, em 2017, pela Universidade de Sourbonne, de trabalhos brasileiros voltados à cidadania. No ano passado, a Profa. Ivana recebeu votos de congratulações da Câmara Municipal de Rio Preto em razão do teor informativo da cartilha IV, voltada às eleições

Compartilhe:

Post Author: blogdasonia