Pessoas inteligentes nutrem o corpo, pessoas extraordinárias nutrem a personalidade.

Compartilhe:

A personalidade necessita de uma nutrição psíquica

Pessoas inteligentes sabem que ter uma boa dieta, com alimentos saudáveis, tenros e frescos é importantíssimo.

Pessoas extraordinárias vão além. Sabem que a personalidade precisa de uma excelente nutrição psíquica. Preocupam-se com os alimentos que enriquecem a inteligência e a emoção.

Por que temos assistido a sociedade adoecer?

Porque ela se tornou uma fábrica de stress. Temos contato diariamente com milhares de estímulos sedutores que se infiltram nas matrizes de nossa memória.

Por exemplo: tentamos consumir o necessário e ser solidários, mas o sistema ensina o individualismo e a consumir sem necessidade.

Quem ganha essa disputa?

O sistema social.

Quase não há liberdade de escolha.

Pessoas inteligentes fazem adequadamente a higiene física, pessoas extraordinárias aprendem a fazer a higiene psíquica. De que adianta prevenir cáries, se a emoção se torna uma lata de lixo de pensamentos negativos, manias, medos, reações impulsivas e apelos sociais?

Não seja escravo dos seus problemas. Alimente o anfiteatro dos pensamentos e o território da emoção com coragem e ousadia.

Ser líder não quer dizer ter capacidade para resolver tudo e assumir todos os problemas à nossa volta. Os problemas sempre existirão; se forem solucionáveis, temos de resolvê-los; se não temos condições de resolvê-los, precisamos aceitar nossas limitações. Mas jamais devemos gravitar na órbita deles.

Quantas pessoas estão sofrendo sem nunca ter de fato escutado seu próprio coração?

O cárcere da emoção tem aprisionado milhões que sofrem em silêncio. Que sociedade é esta que fala sobre o mundo em que estamos e se cala sobre o mundo que somos?

De que adianta você cuidar diariamente da nutrição de bilhões de células do seu corpo, mas descuidar da nutrição psicológica?

De que adianta ter um corpo saudável, mas ser infeliz, instável, sem proteção emocional, fugir dos seus problemas, ter medo das críticas, não saber receber um “não”?

Não se esqueça de que tropeçamos nas pequenas pedras, e não nas montanhas. As pequenas pedras no inconsciente se transformam em grandes colinas.

O pessimismo é um câncer da alma.

Você pode não ter dinheiro, mas, se for rico em bom senso, será uma pessoa extraordinária. Se for um especialista em reclamar, se mostrar medo da vida, temor pelo amanhã, preocupações excessivas com doenças, estará paralisando sua inteligência e sua emoção.

O verdadeiro otimismo é construído pelo enfrentamento dos problemas, e não pela sua negação.

Os otimistas têm menos chances de ter doenças cardíacas, emocionais e psicossomáticas.

Não devemos almejar ser super-homens, como preconizava Nietzsche. Pessoas extraordinárias não são heróis de quadrinhos, mas seres humanos que conhecem seus limites e sua força.

E você? anda nutrindo sua personalidade de forma inteligente?

Sobre

Augusto Cury

Augusto Jorge Cury é um psiquiatra, psicoterapeuta, escritor e cientista brasileiro. Nasceu em Colina, no interior de São Paulo em 2 de outubro de 1958.

Autor de vários livros de grande sucesso no Brasil, é um estudioso sobre as dinâmicas da emoção e da construção dos pensamentos.

Dirige a Academia da Inteligência no Brasil, um instituto de formação para psicólogos, educadores e outros profissionais. À sua atividade, alia ainda a participação em congressos e conferências em diversos pontos do mundo, onde os seus livros estão publicados

Compartilhe:

Post Author: blogdasonia