Programação de teatro do Sesc em casa traz monólogos de atores conceituados

Compartilhe:

Série vai ao ar em quatro dias da semana, sempre às 21h30, com transmissão exclusiva pelo YouTube do Sesc São Paulo;

youtube.com/sescsp 

 A série Teatro #EmCasaComSesc oferece
transmissões de apresentações teatrais com reconhecidos
nomes das artes cênicas no país. Sempre às segundas, quartas, sextas e
domingos, às 21h30, peças que já foram anteriormente realizadas podem ser apresentadas na íntegra, em trechos, adaptações ou solilóquios. A missão de inaugurar a série, na última sexta-feira, ficou a cargo de Celso Frateschi com o texto “Diana”, de sua autoria.

No domingo, dia 17, o público pôde conferir a apresentação de Georgette
Fadel em “Terror e Miséria no Terceiro Milênio”.
A partir do texto de Bertolt Brecht, o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos
criou uma reflexão cênica sobre os tempos
atuais, que se traduzem na interpretação de Georgette. A peça possui
direção, dramaturgia e adaptação de Claudia
Schapira e classificação indicativa de 14 anos.

Na segunda-feira (18), é a vez de Sérgio Mamberti em “Plínio Marcos, um
Homem do Caminho”. Mamberti, que já trabalhou com o escritor e dramaturgo, busca evocar em sua obra, escrita principalmente durante a ditadura militar, a pujança teatral. O homem de teatro, pensador e dramaturgo é resgatado em tempos de pandemia para trazer ao universo do confinamento a força e a energia libertárias, bem como a dimensão clássica de sua obra, sua dramaticidade e seu humor inteligente e cáustico. A peça, recomendada para menores de 14 anos, conta com direção de Ricardo Grasson e assistência de Heitor Garcia.

Ester Laccava atuando em Ossada. Foto: Divulgação


Na quarta-feira (20), a atriz e diretora Ester Laccava apresenta “Ossada”.
A partir de textos de Maureen Lipman, Wislawa Szymborska e Laurie Anderson, Ester faz um passeio por situações cotidianas na vida de cinco mulheres. A peça tem dramaturgia de Ester Laccava, Elzemann Neves e João Wady Cury, direção de Ester Laccava, co-direção de Elzemann Neves,
trilha sonora de Muep Etmo e colaborações de Mirella Brandi, Emerson
Mostacco e João Wady Cury. Não é recomendada para menores de 14 anos.

Jé oliveira

Na sexta-feira (22), Jé Oliveira retrata a experiência de ser homem negro
na periferia de São Paulo em “Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens”, obra tributária ao legado dos Racionais MC’s da qual Oliveira é autor e encenador. Em sua pesquisa, diversas entrevistas foram realizadas, ao longo de um ano, em uma investigação sobre a construção das masculinidades negras, conferindo à peça a força e a veracidade de seus relatos, apresentados de forma falada e cantada. A peça tem direção musical de Fernando Alabê, produção de bases gravadas por Dj Tano (Záfrica Brasil) e Gabriel Longhitano na guitarra e violão. A classificação indicativa é de16 anos.

+ Sesc Digital
A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996,
sempre pautada pela distribuição diária de
informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela
experimentação. O propósito de expandir o alcance
de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente
universalização de seu atendimento, incluindo
públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40
unidades operacionais espalhadas pelo estado.
Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de
conteúdo!

Saiba+: sescsp.org.br

Compartilhe:

Post Author: blogdasonia