Cia. Cênica oferece 215 vagas gratuitas pelo Projeto Território Cênico

Compartilhe:

Teatro, culinária, dança, economia criativa, audiovisual e arte circense estão entre as áreas que serão abordadas em nove atividades que serão realizadas nos próximos meses, viabilizadas pelo Prêmio Nelson Seixas

Grupo teatral sediado em Rio Preto com 12 anos de trajetória e formado por 22 artistas, a Cia. Cênica dá início ao PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2019, oferecendo 215 vagas em nove atividades com acesso gratuito – entre oficinas, workshop, vivência e imersão – que serão desenvolvidas ao longo de seis meses. Teatro, culinária, dança, economia criativa, audiovisual e arte circense estão entre as áreas que serão abordadas, com o objetivo de promover o compartilhamento de saberes e a formação de artistas e público. 

Um dos destaques da programação é a Oficina de “Iniciação Teatral: O jogo estabelecido para a interpretação”, com Beta Cunha, que começa na próxima terça-feira, dia 10, na Ocupação Vila Itália, voltada a moradores do local com idade entre 10 e 14 anos. A duração da oficina é de três meses, com dois encontros semanais. São 20 vagas e as inscrições feitas no local.

Dentro da programação, duas atividades estão com inscrições abertas para a comunidade em geral e artistas. A primeira é a Oficina “Batuque na Cozinha”, com Jaqueline Cardoso e Clara Tremura, atividade aberta ao público em geral, a partir dos 14 anos. A oficina começa no dia 19 de setembro e envolve quatro encontros de duas horas cada. O objetivo é resgatar memórias afetivas ligadas a aromas e sabores, com receitas populares que fazem parte da nossa história e cultura. No primeiro encontro, às 19h30, na sede da Cia. Cênica, os participantes irão aprender a receita de pão caseiro. As inscrições são pela internet, no link https://forms.gle/ArLpCUWqkpFpN2uk6.

Também está com inscrições abertas a Vivência em Gestão e Manutenção “Espaço e Repertório”, que será conduzida por artistas da Cia. Cênica, nos dias 5 e 6 de outubro, das 10h às 17h, na sede da companhia. A vivência é direcionada a grupos e artistas que desejam compreender a gestão e manutenção de uma sede teatral e a construção de um repertório de montagens. As inscrições devem ser feitas pelohttps://form.jotformz.com/82134647403655.

Prêmio

O PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2019 é viabilizado pelo Prêmio Nelson Seixas, da Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. O projeto foi vencedor na categoria Formação Artística.

Das nove atividades que serão desenvolvidas pelo projeto, três têm a parceria do Programa de Qualificação em Artes (Projeto Ademar Guerra). Uma delas é o Núcleo de Pesquisa Cênica, em que a Cia. Cênica compartilha suas práticas nas áreas de interpretação, treinamento do ator, preparação vocal e canto, musicalização e preparação corporal. A atividade já teve início e será desenvolvida ao longo de seis meses, visando o aprimoramento de artistasque participaram das edições anteriores do Núcleo de Formação Cênica, realizadas em 2017 e 2018.

Vale lembrar que a primeira edição do Núcleo resultou na produção do espetáculo “Uma coisa depois da outra”, uma criação coletiva dos participantes. Na segunda edição, os participantes receberam orientação para a montagem de “Vereda da Salvação”, do dramaturgo Jorge Andrade (1922-1984).

Outras atividades

A programação do PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2019 compreende ainda outras cinco atividades que serão desenvolvidas nos próximos meses. São elas: Oficina “Vazios Urbanos” (Economia Criativa); Oficina Dança Contemporânea: “Leituras e expressões possíveis do corpo, do espaço, do tempo e de todo o resto”; Imersão: “Criação de Dramaturgia Autoral”; Oficina “Poetar: Audiovisual e poesia nas mãos” e Workshop de “Técnicas Acrobáticas Circenses de Solo e Aérea”.

As inscrições para as próximas atividades do TERRITÓRIO CÊNICO serão divulgadas pela Cia. Cênica em seus canais na internet. Para acompanhar as novidades sobre o projeto, os endereços são os seguintes: http://ciacenica.com.br/sit/territorio-cenico; @cia.cenica (Facebook) e @ciacenica (Instagram). Também é possível solicitar informações pelo e-mail territoriocenico@ciacenica.com.br.

Histórico

O PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO é uma ação permanente da Cia. Cênica, desenvolvida desde 2016, que promove apresentações artísticas e atividades formativas e de intercâmbio.

Em 2016, a Cia. Cênica também contou com fomento do Prêmio Nelson Seixas para desenvolver o projeto. Naquele ano, foram realizadas nove oficinas de diversas linguagens artísticas e três mostras, que alcançaram um público aproximado de 350 pessoas.

Em 2017, mesmo sem apoio financeiro, a Cia. Cênica desenvolveu, de forma independente, a primeira edição de seu Núcleo de Formação Cênica, com 21 artistas participantes.

No ano seguinte, após vencer o Edital Território das Artes – Espaços Independentes, do ProAC (Programa de Ação Cultural), do Governo do Estado, a Cia. Cênica desenvolveu o PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2018, com 25 atividades gratuitas, entre apresentações artísticas, de intercâmbio e atividades formativas gratuitas, envolvendo a classe artística local e convidados e a comunidade.

Segundo a companhia, o projeto desenvolvido em 2018 propiciou a conquista de um público cativo para as atividades de difusão e formação, abrangendo, inclusive, participantes de outras cidades da região. Além disso, fortaleceu a manutenção da sua sede como um espaço cultural a ser compartilhado com outros grupos e comunidade.

Sobre a Cia. Cênica

Fundada em 2007, em São José do Rio Preto/SP, a Cia. Cênica é um grupo teatral que, atualmente, possui 10 espetáculos em seu repertório. Conquistou sua sede em 2014, hoje localizada no Jardim dos Seixas. A Cia. já circulou com seus trabalhos por 130 cidades de 11 Estados brasileiros, apresentando-os em várias unidades do Sesi/SP e em unidades e projetos especiais do Sesc, como o Circuito Sesc de Artes. Seus projetos foram selecionados em sete Editais do ProAC, do Governo do Estado de São Paulo, e em oito Editais do Prêmio Nelson Seixas de Fomento à Produção Cultural, da Secretaria de Cultura de São José do Rio Preto. A Cia. também realiza a Mostra Cênica Resistências, além do Projeto Território Cênico. Na Sede Cênica, também são realizados ensaios e apresentações de outros coletivos artísticos.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA – PROJETO TERRITÓRIO CÊNICO 2019:

Núcleo de Pesquisa Cênica*: Atividade com seis meses de duração voltada à continuidade de ações desenvolvidas junto ao Núcleo de Formação Cênica. O objetivo é tanto o aprimoramento de pesquisas anteriormente realizadas junto aos alunos e à Cia. Cênica, quanto à descoberta de novas possibilidades. Atividade em parceria com o Programa de Qualificação em Artes.  

Vagas: 20

Carga horária: 6 horas semanais

Público-alvo: alunos de edições anteriores do Núcleo de Formação Cênica e Cia. Cênica

Onde: Sede Cênica

Ministrantes: Artistas da Cia. Cênica

*Atividade já teve início e não serão abertas inscrições, tendo em vista tratar-se de um público-alvo restrito.

Oficina de Iniciação Teatral: O jogo estabelecido para a interpretação: Atividade com três meses de duração voltada à iniciação teatral, na qual, através de jogos teatrais e improvisacionais, os participantes experimentarão um contato inicial com a arte de interpretar, explorando as capacidades do corpo, da voz e criação de cenas. Serão aplicados jogos e dinâmicas de relacionamento interpessoal, dinâmicas lúdicas de espaço, tempo e ritmo; jogos de improviso de espaço; concentração; técnicas vocais e princípios fundamentais da improvisação verbal e não verbal para o desenvolvimento das habilidades de disponibilidade, imaginação e prontidão cênica. Ao final da oficina será apresentado um exercício cênico.

Vagas: 20

Público-alvo: crianças entre 10 e 14 anos

Carga horária: 2 encontros semanais de 1h30

Quando: 10/9 a 12/12 – terças e quintas – 19h às 20h30

Onde: Ocupação Vila Itália

As inscrições serão feitas no local

Ministrante: Beta Cunha

Currículo: Graduada em Psicologia Licenciatura e Bacharelado Clínica, com Especialização em Psicodrama, atriz e diretora de teatro. Arte educadora, ministra aulas de teatro em escolas públicas, particulares e projetos em Rio Preto e região há 30 anos. Como atriz, trabalhou com diversos diretores, como Eduardo Catanozi, Wander Ferreira Junior, Jorge Vermelho e Ricardo Matioli. É atriz na Cia. Cênica e na Cia. Apocalíptica.

Oficina “Batuque na Cozinha”: Resgatar memórias ligadas afetivamente a aromas e sabores é o objetivo desta oficina, que tem como matéria-prima receitas populares que fazem parte da nossa história e cultura, tantas vezes esquecidas ou sequer conhecidas pelas gerações mais jovens. O preparo das receitas será permeado por muita música e contação de “causos”. A atividade acontecerá em quatro encontros independentes e em cada um deles será elaborada uma receita diferente: Pão Caseiro, Baião de Dois, Feijoada e Doce de Abóbora.

Vagas: 15 por encontro

Público-alvo: Interessados acima de 14 anos

Carga horária: 2 horas por encontro

Quando:

19/09 – quinta-feira – 19h30 às 21h30 (Pão Caseiro)

03/10 – quinta-feira – 19h30 às 21h30 (Baião de Dois)

31/10 – quinta-feira – 19h30 às 21h30 (Feijoada)

28/11 – quinta-feira – 19h30 às 21h30 (Doce de Abóbora)

Local: Sede Cia Cênica

Inscrições online: https://forms.gle/ArLpCUWqkpFpN2uk6

Ministrantes: Jaqueline Cardoso e Clara Tremura

Currículos:

Jaqueline Cardoso é cantora, musicista, pesquisadora de cultura popular e amante da culinária. Iniciou sua carreira aos 12 anos de idade, em Lins (SP). Após passar pela cidade Bauru, radicou-se em São José do Rio Preto em fins de 2011, onde assumiu sua paixão pelo samba e desenvolveu projetos que ainda hoje compõem o seu repertório, como Pedaço do Meu Chão, com o qual participou da Virada Cultural Paulista, Claridade e Elas Cantam Tim Maia e Aos Donos da Rua. É integrante da Cia. Cênica desde 2014.

Clara Tremura é atriz, produtora e arte-educadora e cozinheira de mão cheia, tendo realizado vários empreendimentos na área. Concluiu o Curso Profissionalizante de Atores na Escola Persona, em S. J. do Rio Preto entre 2000 e 2003. Seus trabalhos como atriz envolvem espetáculos como A menina, a mãe da menina e as meias vermelhas da menina, escrito e dirigido por Ricardo Matioli, Quem Tem Medo do Escuro?, pela Caravana Cia de Teatro, Auto da Barca do Inferno, adaptada e dirigida por Jorge Vermelho e Uauá – Como Nascem as Estrelas, de Marcio Araújo, com direção de Evandro Rigonatti.

Vivência em gestão e manutenção “Espaço e Repertório”: Proposta voltada para grupos e artistas que desejam compreender a gestão e manutenção de uma “sede teatral” e a construção de um repertório de montagens, e suas possíveis formas de produção e circulação. A atividade acontecerá de forma prática e teórica na sede da Cia Cênica. Atividade em parceria com o Programa de Qualificação em Artes.

Vagas: 20

Público-alvo: a partir de 16 anos

Carga horária: 12 horas (2 encontros de 6 horas)

Quando: 5 e 6/10 – sábado e domingo – 10h às 17h

Onde: Sede Cênica

Inscrição online: https://form.jotformz.com/82134647403655

Ministrantes: Artistas da Cia. Cênica

Oficina “Vazios Urbanos”: Pensando vazios como áreas que poderiam ser usufruídas de maneira mais sustentável, em comunhão com o meio ambiente, e tomando como inspiração o filme Lixo Extraordinário, do artista plástico Vick Muniz, a oficina pretende despertar um olhar criativo e transformador para os espaços urbanos. Observações, reflexões, trocas, reciclagem de objetos e plantio de ervas e flores, considerando o conhecimento popular e a agricultura tradicional, são algumas das ações que compõem os encontros a fim de que os participantes, ao trabalharem sua percepção e sensibilidade, possam, de maneira lúdica, melhor compreender o mundo que os envolve.

Vagas: 20 pessoas

Público-alvo: interessados em geral, livre para todos os públicos

Carga horaria: 10 horas (divididas em 2 encontros)

Quando:

12/10 – sábado – 9h às 13h

13/10 – domingo – 9h às 16h 

Onde: Sede da Cia Cênica / Praça das Rosas

Ministrantes: Mariana Gagliardi e Larissa Macena

Currículos:

Mariana Gagliardi é produtora cultural e agronôma, trabalha na produção e gestão ambiental/sustentável de eventos desde 2012. Entre as principais atividades realizadas estão: Gestão do Coletivo Agroecológico e Cultural Casa da Horta (2013-2019); Produção da Mostra Cênica (2017/2019), do Festival Capivara – Festival de Artes Integradas e Meio Ambiente (2013) e do Na Praça é de Graça – Movimento cultural de ocupação de espaços públicos (2012/2013).

Larissa Macena é formada em Produção de Eventos Artísticos e Culturais pelo Senac (2017). Trabalha com produção cultural desde 2006. Entre os projetos que realizou estão: Produção do Coletivo Agroecológico e Cultural Casa da Horta, 2019 – 2013; Produção Executiva do Festival Capivara – Artes Integradas e Meio Ambiente, em 2013; Articulação e Produção do Na Praça é de Graça, em 2013 e 2012.

Oficina Dança Contemporânea: leituras e expressões possíveis do corpo, do espaço, do tempo: A atividade desenvolverá em corpos já dançantes ou ainda iniciantes, desejosos do fazer, possibilidades poéticas de expressão pelo movimento. A consciência da coluna vertebral e de sua mobilidade e função estrutural, das articulações e de suas possibilidades, da respiração como movimento essencial e propositor de dança, além da relação deste corpo com o espaço, com o tempo, com o outro, com as sensações e sentimentos são algumas das vertentes que serão abordadas nestes encontros.

Vagas: 20

Público-alvo: a partir de 16 anos

Carga horária: 12 horas (4 encontros de 3 horas)

Quando: 14, 21 e 28/10 e 04/11 – segundas-feiras – 19h às 22h

Onde: Sede Cia Cênica

Ministrante: Andrea Capelli

Currículo: Dançarina desde criança, tendo iniciado seus estudos em dança clássica, no Centro de Danças Roberto Silva, em Guarulhos, em 1980. Lá integrou o grupo Interdance Ballet. Desde 1996, dirige, coreografa e dança no Grupo Terra, de São José do Rio Preto, onde realizou, dentre outros, os trabalhos: Poemas, Terminal e Naturalmente Só, contemplados no Prêmio Estímulo Nelson Seixas, bem como, os mais recentes: Marcas, Direito ao Delírio, Feliz Aniversário, Pé de Poesia e Casulo. A dançarina de 44 anos integrou nos últimos quatro anos o Movimento 1, projeto do Sesc Rio Preto que proporcionou encontros e vivências mensais com diversos profissionais da dança contemporânea reconhecidos internacionalmente. Eduardo Fukushima, Mariana Vaz, Luciana Bortoletto, Paulo Emílio Azevedo, Dudude Hermann, Key e Zetta, Diogo Granato, Maristela Estrela, Beatriz Sano e Letícia Sekito foram alguns dos nomes com quem teve contato e acompanhamento de seus trabalhos. Atualmente, integra o elenco e a criação do grupo Corpo/Lentes.

Imersão em “Criação de Dramaturgia autoral” a partir de cenas curtas: Atividade destinada a artistas que desejam desenvolver ideias ainda não experimentadas na cena, e possíveis mecanismos para construção da dramaturgia a partir do trabalho do ator/atriz. Os mesmos serão orientados por dramaturgo, diretor e uma equipe criativa (figurino, cenário, iluminação e sonorização) que acompanharão toda experimentação, indicando possíveis escolhas para a cena criada, resultando em uma mostra com apresentações das criações. Atividade em parceria com o Programa de Qualificação em Artes.

Vagas: 15

Público-alvo: a partir de 16 anos

Carga horária: 12 (2 encontros de 6 horas)

Quando: 2 e 3/11 – sábado e domingo – 10h às 17h

Onde: Sede Cênica

Orientadores: Artistas da Cia. Cênica

Oficina “Poetar: Audiovisual e Poesia nas mãos”: A oficina tem como objetivo desmistificar o conceito de audiovisual, mostrando que é possível produzir conteúdo de forma acessível e sem grandes produções, além de ressignificar a apreciação da poesia, em suas diversas sensibilidades e tipos de olhares. Desenvolver o olhar, usando a câmera do telefone: O jeito certo de pegar a câmera; Regra dos Três Terços; Planos; Noções de enquadramento e foco. Quais elementos fazem parte da produção de um vídeo: Ideia, Roteiro, Pré-Produção, Gravação ou Filmagem e Edição, os apps de câmera mais usados. Produção, gravação e edição de poemas escolhidos pelos inscritos.

Vagas: 20

Público-alvo: acima de 16 anos

Carga horária: 8 horas (2 encontros de 4 horas)

Quando: 9 e 10/11 – sábado e domingo – 15h às 19h

Onde: Sede da Cia Cênica

Ministrantes: Integrantes do Poetar

Currículo: O Poetar surgiu a partir de um agrupamento de artistas no ano de 2017, com o projeto Não Recomendado, produção de vídeo-instalação sobre a comunidade LGBTQ+. A vontade de produzir conteúdo audiovisual resultou no Projeto Poetar (Vizualize Poesia), com realização robo.art, contemplado pelo Prêmio Nelson Seixas 2018, onde poetas rio-pretenses puderam audiovisualisar seus textos.

Workshop de Técnicas Acrobáticas Circenses de Solo e Aérea: Por meio de exercícios práticos, a atividade visa introduzir técnicas circenses de Acrobacia de Solo, Portagem, Acrobalance e Lira, possibilitando aos participantes descobrirem seus próprios limites e como ultrapassá-los, explorando suas potencialidades e desafiando, de forma descontraída e prazerosa, sua força, equilíbrio, agilidade, flexibilidade, concentração e disciplina.     

Vagas: 20

Público-alvo: interessados a partir de 12 anos

Carga Horária: 8 horas (2 encontros de 4 horas)

Quando: 23 e 24/11– sábado e domingo – 15h às 19h

Onde: Sede Cênica

Ministrante: Ícaro Negroni

Currículo: Professor de técnicas circenses há 10 anos, ministra oficinas, workshops e aulas em projetos sociais, academias e escolas. Bailarino e ator profissional há 15 anos, trabalhou em cias. de dança como Arcênico, Balé de Rio Preto, equipes de entretenimento como Alex D’arc Produções e Ayusso Entretenimento. Vem trabalhando com teatro atuando ao longo desses anos em diversos espetáculos e há 10 anos é integrante da Cia. Cênica.

Compartilhe:

Post Author: blogdasonia